A bateria de qualquer smartphone tem seus limites, e se algumas regras não forem respeitadas, podemos reduzir – digamos que muuuuuuito – a sua vida útil. Para saber como lidar melhor com as baterias de lítio, o Androidpit preparou uma lista com 6 ações erradas que podem causar problemas e danificá-las de forma irreparável.

Você deixa seu celular carregando durante toda a noite? Usa-o muito durante o seu carregamento? Então leia essa lista e veja estes e outros erros que devem ser evitados.

1. Carregar o smartphone no computador

Carregar o smartphone no computador através do USB não apenas demora mais, como também pode danificar a sua bateria. As correntes oscilam muito entre duas entradas USB, e podem causar mais aquecimento do que o carregamento na tomada. O site Battery University mediu uma perda de até 65% da capacidade de uma bateria quando ela foi exposta a uma temperatura de 40 graus Celsius.

2. Deixar o smartphone carregando toda a noite

O ciclo diário do indivíduo moderno quase sempre inclui essa rotina: acordar, trabalho/escola/universidade, voltar para casa e deixar o smartphone recarregando até a manhã do dia seguinte (de 7 a 12 horas!). certo?

Não é aconselhado ultrapassar o limite das 8-10 horas. O melhor é efetuar um carregamento quando a bateria estiver entre 20% e 80%, fazendo mais recargas curtas do que uma muito longa. Não se deve exagerar no carregamento. As baterias de lítio não sofrem o efeito da memória, portanto não precisam ser carregadas até ao máximo ou esperar que se descarreguem para conectá-las à tomada.

3. Usar o smartphone durante o carregamento

Durante a recarga, se você ficar enviando mensagens, jogando ou assistindo a vídeos durante o carregamento, você irá aumentar a temperatura do dispositivo, e o calor é o inimigo número 1 das baterias de lítio.

4. Descarregar completamente o smartphone

Hoje, como dito acima, os smartphones possuem baterias que não sofrem com o problema da memória, elas não ficam “viciadas”. Os celulares atuais não devem ser descarregados até 0%, este é um erro grave. Isso em parte é evitado por um sistema de segurança que desliga o telefone se a bateria chega a 5% (indicando, contudo, que está em 0%), mas ainda assim é perigoso chegar a níveis tão baixos. Recomenda-se então que começar a carregar seu smartphone quando a bateria chegar a 20 – 15%.

5. Deixar o smartphone no carro, sob o sol

O sol transforma o veículo num verdadeiro forno, e o calor acaba com a bateria. Isso também vale para ações que sobrecarreguem o smartphone e causem seu superaquecimento.

Existem vários apps na Play Store para monitorar a temperatura do seu dispositivo.

6. Usar o carregador não oficial

Se o carregador oficial do smartphone estragou, nosso primeiro impulso é procurar por um substituto naquelas barraquinhas bem baratinho. Esse pode ser um erro que custará mais caro no longo prazo. Os carregadores são desenvolvidos para determinados dispositivos, tendo especificações técnicas próprias. Compre sempre um substituto equivalente e evite produtos piratas para não reduzir a vida útil da sua bateria.